sexta-feira, 19 de julho de 2013

Jogo de Palavras


terça-feira, 2 de julho de 2013

Eles podem tudo


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Cabaré processa Igreja Universal


Em Aquiraz, no Ceará, dona Tarcília Bezerra construiu uma expansão de seu cabaré, cujas atividades estavam em constante crescimento após a criação de seguro desemprego para pescadores e vários outros tipos de bolsas.

Em resposta, a Igreja Universal local iniciou uma forte campanha para bloquear a expansão, com sessões de oração em sua igreja, de manhã, à tarde e à noite.

O trabalho de ampliação e reforma progredia célere até uma semana antes da reinauguração, quando um raio atingiu o cabaré queimando as instalações elétricas e provocando um incêndio que destruiu o telhado e grande parte da construção.

Após a destruição do cabaré, o pastor e os crentes da igreja passaram a se gabar "do grande poder da oração".

Então, Tarcília processou a igreja, o pastor e toda a congregação, com o fundamento de que eles "foram os responsáveis pelo fim de seu prédio e de seu negócio, utilizando-se da intervenção divina, direta ou indireta, e das ações ou meios.”

Na sua resposta à ação judicial, a igreja, veementemente, negou toda e qualquer responsabilidade ou qualquer ligação com o fim do edifício.

O juiz a quem o processo foi submetido leu a reclamação da autora e a resposta dos réus e, na audiência de abertura, comentou:

- Eu não sei como vou decidir neste caso, mas uma coisa está patente nos autos. Temos aqui uma proprietária de um cabaré que firmemente acredita no poder das orações, e uma igreja inteira declarando que as orações não valem nada!”.
Que a história acima trata-se de uma lenda urbana é certeza, mas ela ser postada no blogue do Bispo Edir Macedo é no mínimo curioso.





terça-feira, 21 de maio de 2013

O Caso do Gaúcho

Venâncio, o gaudério lá das bandas de São Borja, estava pescando quando, de repente, viu uma prenda a ponto de saltar da ponte do rio. Prestimoso como todo o tapejara, recolheu o equipamento e se dirigiu para ela, perguntando:

- Que tu tá fazendo, guria?

- Vou me suicidar, responde com uma voz delicada e cadenciada, e ameaça pular.

Bom de coração como é a marca dos daqui, Venâncio pensa um pouco e diz:

- Bom, antes de saltar, por que não me dá um beijo?

Ela acena com a cabeça, bota de lado os cabelos compridos encaracolados e dá um beijo longo e apaixonado na boca do Venâncio. A turma de pescadores ao lado da barranca aplaude. Venâncio recupera o fôlego, alisa a barba e admite:

- Este foi o melhor beijo que me deram na vida. É um talento que se perderá caso tu te suicide. Por que quer morrer?

- Meus pais não gostam que eu me vista de mulher!!!

Não lembro se o caso terminou classificado como homicídio, suicídio ou duplo afogamento.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Ela tarda, mas...


segunda-feira, 8 de abril de 2013

Aforismos

"Um homem é inocente até que se prove que está sem dinheiro." (anônimo)

"Custas processuais é aquilo que o advogado cobra do cliente além do que foi combinado." (anônimo)

"Um júri é um grupo de pessoas escolhidas para decidir quem tem o melhor advogado." (Robert Frost)

"Para um advogado o crime sempre compensa." (anônimo)

"Um bom advogado é um mau vizinho." (anônimo)

"Quando Deus veio ao mundo,
para castigar os infiéis,
deu ao Egito gafanhotos
e ao Brasil deu bacharéis"
(autor desconhecido)

"Avocatus non ladrum." (Santo Ivo)

"Para que serve um advogado honesto quando o que você precisa é de um advogado desonesto?" (Eric Ambler)

"Quem advoga em causa própria tem um idiota como cliente." (Jean Carcagne)

"Primeira coisa a fazer: matar todos os advogados." (William Shakespeare)

"Juízes, não sois máquinas! Homens é o que sois!" (Charles Chaplin, em "O Último Discurso")

"Mais vale um juiz bom e prudente que uma lei boa. Com um juiz mau e injusto, uma lei boa de nada serve, porque ele a verga e a torna injusta a seu modo" (Código Geral da Suécia, 1734)

"O magistrado, como a mulher de César, nunca deve ser suspeito" (Andreoli)

"O juiz não é nomeado para fazer favores com a Justiça, mas para julgar segundo as leis" (Platão)

"Eu não recearia muito as más leis se elas fossem aplicadas por bons juízes. Não há texto de lei que não deixe campo à interpretação. A lei é morta. O magistrado vivo. É uma grande vantagem que ele tem sobre ela" (Anatole France)

"A defesa é o mais legítimo direito dos homens" (Carlos Bernardo González Pecotche)

"Quando se quer mudar os costumes e as maneiras, não se deve mudá-las pelas leis" (Montesquieu)

"É preciso que os homens bons respeitem as leis más, para que os homens maus respeitem as leis boas" (Sócrates)

"Em toda sociedade em que há fortes e fracos, é a liberdade que escraviza e é a lei que liberta" (Lacordaire)

"A lei e a eqüidade são duas coisas que Deus uniu, mas o homem separou" (Charles Caleb Colton)

"As leis abundam nos Estados mais corruptos" (Corruptissima in republica plurimae leges) (Tácito)

"A qualidade do Direito é inversamente proporcional à quantidade dos argumentos" (Jean Carcagne)

"Para os pobres, é dura lex, sed lex. A lei é dura, mas é a lei. Para os ricos, é dura lex, sed latex. A lei é dura, mas estica." (Fernando Sabino)

"Não há melhor maneira de exercitar a imaginação do que estudar direito. Nenhum poeta jamais interpretou a natureza com tanta liberdade quanto um jurista interpreta a verdade" (Jean Giraudox)

"Um homem que se vende recebe sempre mais do que vale" (Aparício Torelly, Barão de Itararé)

"Mais cedo ou mais tarde, a maconha será legalizada. Todos os estudantes de Direito a fumam" (Lenny Bruce)

"Fiz tão bem o meu curso de Direito que, no dia em que me formei, processei a faculdade, ganhei a causa e recuperei todas as mensalidades que havia pago" (Fred Allen, comediante americano)

"Como? Não há álibi? Então ele deve ser inocente!" (Emile Gaboriau)

"Um contrato verbal não vale a tinta com que é assinado" (Samuel Goldwyn, ator americano)

"Diplomata é um sujeito que pensa duas vezes antes de não dizer nada" (anônimo)

"Plágio é quando se rouba de um autor. Pesquisa é quando se rouba de vários autores" (Wilson Mizner)

"O advogado deve sugerir por forma tão discreta os argumentos que lhe dão razão, que deixe ao juiz a convicção de que foi ele próprio quem os descobriu" (Piero Calamandrei)

"Para os amigos, tudo; para os desconhecidos, a lei; para os inimigos, até a calúnia, se for necessário" (anônimo)