quinta-feira, 31 de julho de 2008

Trabalho ou Prazer?

O presidente de uma grande empresa sentado em sua enorme sala sem absolutamente nada para fazer começa a pensar sobre o que é trabalho e o que é lazer em seu dia-a-dia.

Após uma enorme lista de diversões ele chegou na hora em que transa com sua esposa, com a qual já está casado há 15 anos. Sem conseguir concluir ao certo se transar com sua esposa é trabalho ou prazer ele chama o vice-presidente em sua sala.

Um pouco menos desocupado, o vice pára de ler as reportagens sobre a empresa que haviam sido publicadas no jornal e vai até a sala do Presidente que lhe pergunta:

- Transar com minha esposa é trabalho ou prazer?

O vice pensa alguns segundos e incerto da resposta pede duas horas para responder. Volta para sua sala, chama o diretor geral da empresa e faz a mesma pergunta:

- Quando o presidente dorme com a mulher dele é trabalho ou prazer? - dando ao diretor geral o prazo de uma hora para responder.

Imediatamente o diretor geral, mesmo sem nada pra fazer, delega a função para ao diretor jurídico que passa a pergunta para o advogado sênior e assim vai até chegar no babaca do advogado júnior que se formou há seis meses mas esqueceu que foi estagiário. Assim como o resto da empresa o advogado Jr. fica na dúvida e vai até a mesa de seu estagiário:

- Você tem cinco minutos pra descobrir se quando o presidente transa com a mulher dele é trabalho ou prazer!

O estagiário então, sem parar de digitar com a mão direita e separar uma pilha de documentos com a mão esquerda, olha para o advogado Jr. Por cima das milhares de pastas que estão em sua mesa e responde, na lata:

- É prazer!

Espantado com a rapidez e confiança da resposta do estagiário, o advogado Jr. pergunta:

- Mas como você tem tanta segurança em sua resposta?

Ainda sem parar de trabalhar o estagiário responde:

- Porque se fosse trabalho era eu quem ia fazer!!!

Estagiário só faz cagada!

Porque demiti o meu estagiário

Era meu aniversário de 37 anos, meu humor não estava lá essas coisas. Naquela manhã, ao acordar dirigi-me à copa para tomar café na expectativa de que meu marido dissesse: "Feliz aniversário, querida".

Mas ele não disse nem bom dia... Aí pensei: "Esse é o homem que eu mereço!" Continuei a imaginar: "As crianças certamente lembrarão". Quando elas chegaram para o café não disseram nem uma palavra.

Saí bastante desanimada, mas me senti um pouco melhor quando entrei no Fórum e meu estagiário disse: "Bom dia Dra, Feliz Aniversário! " Finalmente alguém havia lembrado. Trabalhei até o meio dia, quando o estagiário entrou na minha sala dizendo:

- Sabe Dra. Promotora... Está um dia lindo lá fora, e já que é o dia do seu aniversário, podemos almoçar juntos, só a senhora e eu.

Fomos a um lugar bastante reservado. Nos divertimos muito, e no caminho de volta ele sugeriu:

- Dra. com esse dia tão lindo, acho que não devemos voltar ao Fórum. Vamos até o meu apartamento, e lá tomaremos um drinque.

Fomos então para o apartamento dele, e enquanto eu saboreava um Martini ele disse:

- Se não se importa eu vou até o meu quarto vestir uma roupa mais confortável.

- Tudo bem, respondi. Fique à vontade.

Decorridos mais ou menos cinco minutos, ele saiu do quarto carregando um bolo enorme, seguido de meu marido, meus filhos, amigas e todo o pessoal do Fórum... Todos cantando "Parabéns pra você". E lá estava eu, nua, sem sutiã, sem calcinha, sentada no sofá da sala...

É por isso que eu digo: ESTAGIÁRIO SÓ FAZ CAGADA...

Pensamento rápido

Um belo dia, um estagiário recebeu um telegrama urgente de seu gerente, no qual somente estava escrito PORRA. No dia seguinte, o pobre capacho apressou-se em responder por telegrama FODASE. Retornando ao escritório central, foi imediatamente chamado pelo gerente, que disse:

- Você não tinha o direito de me responder daquele jeito! Não sabes que estamos em contenção de despesas? O meu telegrama era simplificado e o significado de PORRA é "Por Obséquio Remeter o Relatório Atrasado"?

O estagiário argumentou:

- Sei de tudo isso e foi exatamente dentro desse espírito que lhe respondi FODASE, que significa "Foi Ontem Despachado, Amanhã Será Entregue."

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Criminal Lawyers Award Contest

Esta é mais uma lenda urbana jurídica que circula pelos emails e blogs da vida como sendo verídica. Apesar de mentirosa, como denunciam os sites Snopes.com e BreakTheChain.org, não deixa de ser uma fábula divertida. Segue o texto na íntegra.


ADVOGADOS X ADVOGADOS

História real e que ganhou o primeiro lugar no Criminal Lawyers Award Contest.

Um advogado de Charlotte, NC, comprou uma caixa de charutos muito raros e muito caros.
Tão raros e caros que os colocou no seguro, contra fogo, entre outras coisas.

Depois de um mês, tendo fumado todos eles e ainda sem ter terminado de pagar o seguro, o advogado entrou com um registro de sinistro contra acompanhia de seguros.

Nesse registro, o advogado alegou que os charutos haviam sido perdidos em uma série de "pequenos incêndios".

A companhia de seguros recusou-se a pagar, citando o motivo óbvio: que o homem havia consumido seus charutos da maneira usual.

O advogado processou a companhia...

E GANHOU !!!

Ao proferir a sentença, o juiz concordou com a companhia de seguros que a ação era frívola.

Apesar disso, o juiz alegou que o advogado "tinha posse de uma apólice da companhia na qual ela garantia que os charutos eram seguráveis e, também, que eles estavam segurados contra fogo, sem definir o que seria fogo aceitável ou inaceitável" e que, portanto, ela estava obrigada a pagar o seguro.

Em vez de entrar no longo e custoso processo de apelação, a companhia aceitou a sentença e pagou US$ 15.000,00 ao advogado, pela perda de seus charutos raros nos incêndios.

AGORA A MELHOR PARTE:

Depois que o advogado embolsou o cheque, a companhia de seguros o denunciou, e fez com que ele fosse preso, por 24 incêndios criminosos !!

Usando seu próprio registro de sinistro e seu testemunho do caso anterior contra ele, o advogado foi condenado por incendiar intencionalmente propriedade segurada e foi sentenciado a 24 meses de prisão, além de uma multa de US$ 24.000,00.

MORAL DA HISTÓRIA

Cuidado com o que você faz!
A outra parte também pode ter um advogado: melhor e mais esperto!

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Definições

Custas processuais - é aquilo que o advogado cobra do cliente além do que foi combinado.

Presunção de inocência - um homem é inocente até provar que não tem dinheiro.

Realidade - o que não está nos autos não está neste mundo.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Reividicação salarial

O Salário do Pênis

Eu, Pênis, solicito aumento de salário pelas seguintes razões:
  1. Faço esforço físico no cumprimento de minhas funções;
  2. Trabalho em grandes profundidades;
  3. Mergulho de cabeça em tudo que faço;
  4. Não descanso nos fins de semana ou feriados nacionais;
  5. Trabalho em ambiente extremamente úmido;
  6. Não recebo horas extras;
  7. Trabalho em ambiente sem iluminação e sem ventilações adequadas;
  8. Trabalho sob altas temperaturas, sem climatização;
  9. Meu trabalho me expõe as doenças contagiosas.
Segue a resposta da Diretoria Feminina.

Sr. Pênis, após a revisão dos seus pedidos e considerando seus argumentos, a Diretoria REJEITOU o seu pedido baseando-se nos seguintes fatos:
  1. Você não trabalha 8 horas ininterruptamente;
  2. Você dorme durante o expediente após curtos períodos de trabalho em visível demonstração de 'corpo mole';
  3. Você não segue sempre as ordens da gerência e costumar visitar outras repartições;
  4. Não tem iniciativa. Precisa ser estimulado e pressionado para começara trabalhar;
  5. Você deixa seu ambiente de trabalho bagunçado ao final do turno;
  6. Nem sempre você observa as normas de segurança de trabalho e abre mão de seu EPI - Equipamento de Proteção Individual. Ou seja, não veste a correta roupa protetora;
  7. Você se aposentará muito antes dos 65 anos;
  8. Você é incapaz de trabalhar dois turnos dobrados;
  9. Ás vezes você abandona sua posição de trabalho antes de completar a tarefa: ou passa mal e vomita ou simplesmente desmaia.
  10. E se tudo isso não bastasse, temos observado que você entra e sai do seu local de trabalho carregando um saco de aparência suspeita.
Sem mais. Atenciosamente,

A Diretoria Feminina.

terça-feira, 1 de julho de 2008

Muita injustiça